Sobre o debate

Tunisia e Egito deram a partida na onda revolucionária que se espalha pelo Oriente Médio e norte da África num impressionante efeito dominó: Líbia, Irã, Marrocos, Arábia Saudita… Este debate tem como base matérias jornalísitcas sobre o fenômeno, assim como uma comovente entrevista com Wael Ghonim, o ativista egípcio e funcionário da Google que organizou no Facebook a onda de protestos, culminando com a derrocada do ditador Mubarak. Ótima oportunidade de discutir questões como democracia, abuso de poder, engajamento político da juventude e o papel da internet na organização de movimentos sociais.