Sobre o debate

A história de um ex-alcoólatra norte-americano há quase 30 anos sem beber, cujo cérebro foi escaneado e estudado cientificamente, é o ponto de partida para a abordagem de temas como a influência do componente genético nos vícios, o resultado dos tratamentos de grupos de ajuda, o alcoolismo visto como doença, o preconceito, a relação entre prazer e dor, o consumo de álcool por menores de idade, o narcotráfico e suas implicações sociais.