Sobre o debate

A organização terrorista Estado Islâmico (ISIS em inglês) usa as redes sociais para recrutar soldados. Para frear o aliciamento, o Google criou um projeto para redirecionar jovens interessados em se aliar ao califado a vídeos cujo conteúdo possa dissuadi-los da ideia. O projeto é visto ao mesmo tempo com esperança, descrença e mesmo desconfiança quanto às suas motivações.