ACROSS THE UNIVERSE- THE MOVIE

Across_the_Universe_3lgJim Sturgess vive a história do menino inglês Jude, que vai em busca do pai desconhecido nos Estados Unidos. Chegando lá, percebe que as coisas são bem diferentes do que imaginava. Jude faz novos amigos e com eles explora a realidade da badalada cidade de Nova Iorque. Este debate em inglês do Talk of the Town parte da exibição do musical de Julie Taymor para abordar temas como a guerra do Vietnã, os Estados Unidos, os Beatles e a geração de 60.

Os encontros estão abertos a alunos e também a convidados interessados em experimentar o método, com inglês de nível intermediário e avançado. Escolha aqui dia e horário da sua preferência e marque um debate por telefone 2227-4067 ou  98879-7689 ou e-mail: contato@talkofthetown.com.br.

Programação:

Primeira Parte:

Segunda-feira 20/01 às 17:15h
Terça- feira 21/01 às 16:30h e 19:00h
Quarta- feira 22/01 às 17:00h

Segunda Parte:

Segunda-feira 27/01 às 17:15h
Terça- feira 28/01 às 16:30h e 19:00h
Quarta- feira 29/01 às 17:00h

POPE FRANCIS VISITS BRAZIL

A Jornada Mundial da Juventude e a visita do papa Francisco ao país  em meio à série de manifestações populares e à violência de grupos isolados em grandes centros urbanos são tema desta série de debates em inglês do Talk of the Town. O carisma e a autenticidade do novo líder, a rápida transformação da imagem da igreja, a segurança no Rio, a repercussão do evento na mídia internacional serão debatidos.

Os encontros estão abertos a alunos e também a convidados interessados em experimentar o método, com inglês de nível intermediário e avançado. Consultas sobre datas, horários e agendamento de debates por telefone 2227-4067/ 8879-7689 ou e-mail: contato@talkofthetown.com.br

PARTICIPE DE UM DEBATE SEM COMPROMISSO

ANNA KARENINA, BY JOE WRIGHT

A produção britânica, baseada no romance de Leo Tolstoy com roteiro de Tom Stoppard, tem gerado opiniões extremas, apresentando uma linguagem cênica que mistura cinema e teatro. Quem viu, adorou, ou detestou. Este debate em inglês do Talk of the Town parte da exibição de cenas do filme para discutir temas como amor e traição, a hipocrisia, as convenções sociais, as heroínas do realismo, a luta feminina pela liberdade ao longo dos séculos.

Os encontros são abertos a alunos e também a convidados interessados em experimentar o método, com inglês de nível intermediário e avançado. Consultas sobre datas, horários e agendamento de debates por telefone 2227-4067/ 8879-7689 ou e-mail: contato@talkofthetown.com.br.

PARTICIPE DE UM DEBATE SEM COMPROMISSO

The Piano

Escrito e dirigido por Jane Campion, estrelando Holly Hunter e Harvey Keitel, The Piano é uma das mais belas produções cinematográficas da década se 90, com personagens complexos, cenas memoráveis e uma trilha sonora inesquecível. Depois de ser apresentado no curso Movie Talks, o filme passa a ser objeto de debate no Talk of the Town.

Em dois encontros consecutivos, os talkies assistem às principais cenas e discutem conceitos como a luta pela sobrevivência, a comunicação verbal e não-verbal, amor e preconceito, lealdade e traição.

Os encontros estão abertos a alunos e também a convidados interessados em experimentar o método, com inglês de nível intermediário e avançado. Consultas sobre datas, horários e agendamento de debates por telefone 2227-4067/ 8879-7689 ou e-mail: contato@talkofthetown.com.br.
PARTICIPE DE UM DEBATE SEM COMPROMISSO

TO ROME WITH LOVE

A nova comédia de Woody Allen é o tema do próximo debate do Talk of the Town.

Partindo da exibição de cenas do filme e da crítica publicada na imprensa norte-americana, discutimos o cinema de Allen, a conturbada relação com Hollywood,  o aspecto comercial desta produção, as piadas, os clichês, o enredo, a performance dos atores e atrizes do filme.

Os encontros estão abertos a alunos e também a convidados interessados em experimentar o método, com inglês de nível intermediário e avançado. Consultas sobre datas, horários e agendamento de debates por telefone 2227-4067/ 8879-7689 ou e-mail:contato@talkofthetown.com.br.

PARTICIPE DE UM DEBATE SEM COMPROMISSO

A Dangerous Method

A DANGEROUS METHODO filme de David Cronenberg, estrelando Keira Knightley, Vigo Mortensen e Michael Fassbender é  o tema desta série de debates do Talk of the Town.

A análise aborda os aspectos cinematográficos da obra, a construção do enredo, os elementos da ficção e também a polêmica em torno do nascimento da psicologia na Viena do inicio do século XX.

O confronto entre as teorias freudiana e jungiana abre o leque de discussão, envolvendo questões como a relação médico/paciente, a sexualidade, o masoquismo, o prazer e a dor, o misticismo e intuição frente à ciência.

Os debates serão realizados em inglês para participantes de nível intermediário e avançado, noTalk of the Town.

PARTICIPE DE UM DEBATE SEM COMPROMISSO.
Ligue 2227-4067/ 8879-7689

 

MADWOMEN AND SAINTS – Martha Medeiros

MADWOMEN AND SAINTSA versão para o inglês da crônica de Martha Medeiros que inspirou o livro e a peça de teatro “Doidas e Santas” é o ponto de partida deste debate do Talk of the Town.

A discussão gira em torno de questões femininas como as conquistas sociais, políticas e culturais das gerações anteriores e suas reais conseqüências, o perfil da mulher do século XXI, as noções de feminilidade e sensualidade, a ditadura da beleza, a mulher madura, a mulher pós-moderna, a mulher e a distinção entre amor e sexo.

Os debates serão realizados em inglês para participantes de nível intermediário e avançado no Talk of the Town.

AGENDE UM DEBATE SEM COMPROMISSO

2227-4067/ 8879-7689 ou contato@talkofthetown.com.br

ZYGMUNT BAUMAN: THE NATURE OF CAPITALISM

ZYGMUNT BAUMAN: THE NATURE OF CAPITALISMO capitalismo e sua surpreendente capacidade de se reinventar e ressurgir das cinzas são o tema do próximo debate no Talk of the Town. Partindo de entrevistas e artigos recentes do sociólogo polonês Zygmunt Bauman, os talkies discutem as crises do sistema, o consumismo e a sociedade pós-moderna, o “amor líquido” , o “medo líquido”, a transformação de desejo em necessidade no mundo globalizado.

Os debates serão realizados em inglês para participantes de nível intermediário e avançado, no Talk of the Town.

PARTICIPE DE UM DEBATE SEM COMPROMISSO.
LIGUE 2227-4067/ 8879-7689

FRIDA

FRIDADirigido pela norte-americana Julie Taymor, estrelando Salma Hayek e Alfred Molina, este filme de 2002 narra a rica história de vida da artista mexicana Frida Kahlo – seu casamento com Diego Rivera, suas relações amorosas, suas inclinações políticas e sexuais, sua arte e a maneira peculiar de lidar com a dor. Os talkies debatem temas como amor, fidelidade e lealdade, liberdade de expressão, ideologia, feminismo, talento, perdão, superação.

Os debates serão realizados em inglês para participantes de nível intermediário e avançado no Talk of the Town.

AGENDE UM DEBATE SEM COMPROMISSO

2227-4067/ 8879-7689 ou contato@talkofthetown.com.br

CHILD LABELING

CHILD LABELINGEste debate é fundamentado em vídeos e textos de psicólogos contemporâneos sobre a rotulação do comportamento infantil por parte dos adultos e a influência desses rótulos na personalidade em formação. Os talkies têm a oportunidade de discutir questões como amor e limites, formas de comunicação e metacomunicação entre pais e filhos, códigos de família, vícios de linguagem, atenção e comunicação subliminar, auto estima, inteligência emocional e os limites entre o que pode ou deve ser moldado na personalidade da criança.

 

AGENDE UM DEBATE SEM COMPROMISSO

2227-4067/ 8879-7689 ou contato@talkofthetown.com.br

ISABEL ALLENDE

Isabel AllendePartindo de uma breve biografia e descrição do conjunto da obra da famosa autora sul americana, o debate envolve os participantes em questões como feminismo e feminilidade, justiça social, engajamento, magia, lealdade e paixão.

O encontro inclui a exibição de uma palestra em video onde Isabel Allende conta, em tom bem humorado, o que considera terem sido os 4 minutos mais felizes de sua vida – sua participação nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2006 em Turim, Itália, carregando a bandeira que representava o continente sul-americano.

Além de Allende, quatro outras mulheres foram escolhidas no mundo: Sofia Loren representando a Europa, Susan Sarandon pela América do Norte, a africana Wangari Maathai e a cambodjana Somaly Mam, que carregou a bandeira asiática. Isabel conta as histórias dessas duas últimas mulheres que, apesar de pouco conhecidas do público, tanto fizeram por seus países:

Wangari Maathai, ativista política e ambientalista que ajudou a plantar 30 milhões de árvores no Kenya e a mudar, em cinco anos, o ecossitema de seu país. Por este feito, ela foi a primeira mulher a receber o Prêmio Nobel da Paz, em 2004;

e Somaly Mam, escritora e advogada dos direitos humanos que concentra seus esforços nas vitmas de abuso contra mulheres e crianças e tráfico sexual.

Segundo Allende, o que une todas essas mulheres é a paixão, que também está presente no slogan dos Jogos Olímpicos – Passion Lives Here. Num depoimento que mescla humor e espírito de luta, Allende nos convida a pensar sobre as novas faces do feminismo e a debater sobre o futuro da humanidade.

Todas essas questões são discutidas em inglês.

THE COLONEL’S LADY BY WILLIAM SOMERSET MAUGHAM

Este debate literário se realiza em dois encontros consecutivos e tem como base a short story THE COLONEL’S LADY, de W. Somerset Maugham. O autor conta, com muito bom humor e ironia, a história de George Peregrine e sua mulher Evie, um típico casal britânico de meia-idade que vive numa bela propriedade no interior da Inglarerra, início do século XX.

Casados por muito anos, George e Evie têm uma relação cordial, mas sem amor,baseada apenas nas aparências. George, um homem vaidoso, menospreza sua mulher e a considera pouco atraente, (apesar de admitir que ela é uma excelente dona de casa), mantendo um caso extra-conjugal com Daphne, que encontra toda vez que vai a Londres.

Um belo dia, Mr. Peregrine é surpreendido por uma novidade: Evie escreveu e publicou um livro de poemas sem o seu conhecimento. Pouco adepto à poesia, George finge que lê o livro, mas não dá muito importância. Aos poucos, percebe que todos estão comentando pelas suas costas e vê sua esposa se transformar numa celebridade do mundo literário. Quando finalmente decide ler o livro, George se depara com tórridas revelações sobre o passado de sua mulher.

A história é narrada em terceira pessoa, mas em sua maioria, o ponto de vista é restrito a George, o que aumenta o efeito surpresa, tornando a leitura mais saborosa. Além do ponto de vista, a análise literária inclui enredo, tema, personagens e sua caracterização, atmosfera e ambientação.

Questões como as relações conjugais, a infidelidade, a vaidade, a hipocrisia, a necessidade de manter as aparências e a valorização da mulher são temas centrais destes encontros.

CRASH – NO LIMITE

Crash - No LimiteGanhador de três Oscars em 2006 – melhor filme, melhor roteiro original e melhor edição – este filme de Paul Haggis, estrelando Brendan Fraser, Matt Dillon e Sandra Bullock, nos convida a pensar sobre os conflitos gerados pela convivência de povos, raças, culturas e religiões completamente diferentes num mesmo espaço – a Los Angeles pós 11 de setembro. O debate, realizado em dois encontros consecutivos, prevê a exibição do filme, análise dos personagens, do enredo, tema e contextualização histórica, traçando, também, um paralelo entre o preconceito na sociedade norte-americana e na brasileira.

Crash apresenta uma série de possíveis interpretações. A constatação pura e simples de que o preconceito está entranhado em todos os grupos que compõem a sociedade americana é apenas o ponto de partida para uma discussão mais abrangente, que inclui a relativização dos conceitos de “bom” e “mau”, tão estereotipada pelos filmes de Hollywood. Crash mostra como o medo e o não conhecimento do outro nos leva a agir defensivamente. Até que ponto esta atitude é justificável pela necessidade de auto-preservação, e até que ponto ela realimenta o próprio preconceito, a violência e o medo?

Por que tememos o que nos parece diferente de nós? Será que o que parece diferente realmente é? Ou será que, na essência, somos todos iguais?

Crash também discute questões como o limite tênue e frágil entre a normalidade e o caos nos grandes centros urbanos, a dignidade humana, a capacidade de superação, a redenção. Será que a proximidade geográfica, a inevitabilidade da convivência no mundo globalizado do século XXI, a longo prazo, tende a tornar a humanidade mais tolerante? Ou será justamente o contrário?